Minha lista de blogs

terça-feira, 12 de outubro de 2010


Às vezes lembro. Sem rancor, sem tristeza. Sem nenhum sentimento especial a não ser a certeza de que, afinal, o tempo passou. Nunca mais o vi, nunca mais escrevemos. Não havia mesmo o que dizer. Ou havia? É possível que, no fundo, sempre restem algumas coisas para serem ditas. Acho que se tornasse a vê-lo, custaria a reconhecê-lo.


Caio Fernando Abreu

3 comentários:

NiL Almeida disse...

... parece que sempre deixamos coisas pra trás, quando não, uma saudade, do que ficou de alguém em nós.

Beijos kerida!

A.S. disse...

Há recordações que passam por nós como gélida sombras...

Beijosss
AL

. disse...

Amei...Me add...Obrigado